top of page

Por que praticar conversação é tão importante no aprendizado de idiomas?

Atualizado: 23 de mai.

Particularmente, a minha experiência com aprendizado de idiomas tem sido um tanto quanto curiosa.


Talvez seja meio clichê, mas clichê só é clichê porque funciona...

Além do contato com idiomas — especificamente inglês e espanhol —  no ensino fundamental, e no começo do ensino médio, que sabemos como em geral é básico, eu de fato comecei a estudar idiomas — nesse momento o espanhol — no 2º ano do ensino médio quando conheci o ganhe o mundo, programa do governo de Pernambuco que leva estudantes do ensino médio da rede estadual para estudar inglês ou espanhol em países que falam o idioma de forma totalmente custeada pelo governo do estado. Nesse período eu basicamente estudei espanhol durante 1 ano, onde tive uma base interessante do idioma através do curso do programa, até que consegui passar na prova e alcançar as notas necessárias para ser selecionado no programa para morar na Argentina por quase 6 meses, vivendo com uma família argentina, estudando na mesma escola que meus irmãos argentinos e estudando espanhol na prática.

Com isso, a minha vivência com o espanhol foi totalmente diferente da experiência que tive e tenho com o aprendizado de inglês — já vamos chegar lá. Quando eu cheguei na Argentina, a realidade do espanhol que eu pude presenciar era razoavelmente diferente da que eu havia estudado durante esse período de 1 ano, no Brasil, e com pouquíssimo contato em conversação. Além da diferença do espanhol da Argentina, o mundo real e a conversação real imersiva é algo realmente desafiador, e foi bastante no primeiro mês. Porém, depois disso, eu percebi o avanço gigantesco que eu tive no espanhol, tanto em vocabulário quanto em listening e speaking do idioma. E nesse ponto você já entendeu o que causou isso, né?! Exatamente: a exposição à conversação.

Diante disso, eu considero que o meu aprendizado de espanhol foi algo mais natural. Não que eu não tenha me esforçado muito para estudar o idioma antes, mas definitivamente a exposição ao idioma, e principalmente conversar no idioma, escutar, errar, perguntar sobre, e aprender com essa imersão, me deu uma capacidade gigantesca de me comunicar no espanhol.


Entretanto, o curioso — e agora você vai entender o início desse artigo — foi que quando iniciei meu aprendizado de inglês eu não repliquei essa prática. Eu foquei praticamente 100% em estudar o idioma, fazer cursos, entender a gramática, e nada em conversação, simplesmente porque o sentimento de não estar pronto para conversar com alguém era o que eu mais tinha. Na minha cabeça eu precisava de uma trilha, um caminho claro, e alguém para pegar na minha mão durante o estudo. Mas é aí que a pergunta mais importante para mim vem:


Por que eu não repliquei a mesma ideia/técnica que me fez avançar tanto no espanhol, agora no inglês?

Infelizmente, essa pergunta não veio tão fácil, e nem tão sensacionalista como um estalo que ascende a lâmpadazinha na cabeça do personagem de desenho animado. Mas antes tarde do que nunca. Eu só cheguei a perceber, e ter essa pergunta clara na minha cabeça depois de quase 30 imersões na TALKNTALK.


Depois de anos estudando inglês e praticamente zero conversação — o que se traduzia como “eu não sei (falar) inglês” — eu comecei a participar das imersões de conversação em inglês da TNT e realmente perceber como praticar conversação tem melhorado meu inglês, e principalmente a confiança no idioma. Quem diria que algo que eu já tinha feito e funcionou tão bem, funcionaria novamente…


“É muito duro sofrer as consequências do que você faz, né?”

Mas, porém, todavia, entretanto, falando menos de mim e indo ao fato principal: por que conversação é tão importante, e como praticar conversação de uma forma mais leve?

Por que conversação é tão importante?

  1. Aprendizado contextualizado: Na conversação, você aprende a utilizar as palavras e frases em contextos reais, o que ajuda na compreensão de nuances e na aquisição de vocabulário relevante para situações do dia a dia;

  2. Desenvolvimento da compreensão auditiva: Ouvir e responder em uma conversa ajuda a melhorar sua habilidade de compreender o idioma quando falado por outras pessoas, especialmente quando se trata de sotaques e velocidades diferentes;

  3. Construção de confiança: Praticar a conversação regularmente ajuda a construir confiança ao falar o idioma, reduzindo o medo ou a ansiedade de cometer erros.



Como praticar conversação de uma forma mais leve?

  1. Conversações em grupo e particulares no TALKNTALK: Aqui na plataforma você tem a possibilidade de praticar em conversações reais todos os dias da semana, através de diversos temas, em um ambiente acolhedor e livre de correções. Ainda podendo se preparar para essas imersões;

  2. Conversação com o ChatGPT: Você sabia que o ChatGPT fala, né? Isso mesmo, basta utilizar o aplicativo e iniciar uma conversa por voz pressionando o botão de headphone (🎧). Ao fazer isso você pode iniciar uma conversa e deixar a IA responder como um falante nativo, tudo por voz;

  3. Grave suas conversas: Gravar suas conversas pode ser uma ferramenta útil para revisar e analisar seu progresso ao longo do tempo. Isso também permite que você identifique áreas específicas que precisam de mais foco e prática. Todas as conversações do TNT vão para o Youtube, então isso fica até mais fácil para você!



Agende uma imersão de conversação

Agora você já pode dar o primeiro passo na conversação e desenvolvimento do idioma que você busca — seja ele inglês, espanhol, francês ou italiano. Acesse talkntalk.com.br/booking para agendar sua sessão. Seja para aprimorar sua fluência, expandir seu vocabulário ou desenvolver confiança na jornada de aprendizado de idiomas, a TALKNTALK está aqui para te ajudar.

50 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Rated 5 out of 5 stars.

Muito bom artigo, concordo com tudo, a exposição às conversações realmente fazem toda a diferença.

Like
bottom of page