top of page

ACESSO RÁPIDO:

ÁREA DE MEMBROS

Pare de se comparar com os outros

Você já se comparou com a vida do outro? Acredito que seja inevitável em alguns momentos, seja por conta de algum post nas redes sociais, no trabalho ou até mesmo aqui na TALKNTALK. Quem nunca pensou que gostaria de ter o nível de conhecimento de outra pessoa? Porém o que não vemos é o que está por trás daquela conquista. 



Aqui considero falar inglês como uma conquista, porque são anos de estudos e prática para alcançar um bom nível no idioma. Pelo menos esse foi o meu caso. Fiz três anos de um curso de inglês tradicional e aprendi bastante sobre gramática, mas não desenvolvi a fala. Levei anos até ter coragem de voltar a estudar porque achava que o inglês não era pra mim. Durante a pandemia descobri a TALKNTALK e resolvi arriscar, agendei uma reunião para o mesmo dia, porém quando entrei na sala tive a percepção de que todo mundo tinha um nível de inglês bem mais avançado que o meu e simplesmente congelei. Foi muito desconfortável estar naquela situação, tanto que precisei de alguns meses para me recuperar desse choque e participar efetivamente das imersões. 


Com o tempo fui percebendo que eu não devia me comparar com os outros alunos, afinal estávamos todos ali com o mesmo objetivo: desenvolver a fluência. Mas eu não sabia nada sobre as particularidades de cada um. Há aqueles que estudaram a vida inteira nos melhores cursos, outros que estavam tendo o primeiro contato com a língua, outros que, assim como eu, tinham desistido de aprender inglês no passado e estavam voltando a estudar. Somos pessoas únicas, cada um com sua realidade. Sem falar na rotina, atualmente eu trabalho 8 horas por dia de maneira presencial, então também preciso levar em conta o tempo de deslocamento. Seria injusto comigo mesma me comparar com uma pessoa que trabalha em home office, porque provavelmente ela teria mais tempo para se dedicar aos estudos. 

Ocasionalmente me percebo me comparando com alguma influencer digital, principalmente porque o dia delas parece ter mais de 24 horas. Eu preciso pegar dois ônibus para chegar ao escritório e no trajeto é muito comum abrir o Instagram para me distrair. Eu sempre me deparo com rotinas perfeitas, na qual muitas blogueiras estão tomando seu café da manhã com calma após uma corrida matinal. Houve momentos em que ver versões idealizadas da vida de outras pessoas nas redes sociais fez com que eu me sentisse menos satisfeita com a minha. Não devemos nos esquecer que os stories são apenas um pequeno recorte do dia a dia e na maioria das vezes escolhemos mostrar apenas coisas boas. É muito comum se frustrar com o que vemos em apenas 15 segundos, pois não sabemos o que está por trás da câmera. Na busca pela rotina perfeita podemos acabar criando visões distorcidas da realidade de cada um. 


Atualmente gosto de fazer um exercício: comparar a minha versão atual com quem eu fui no passado. Somos seres mutáveis e estamos em constante evolução, por isso procuro sempre me tornar uma pessoa melhor. Eu uso como referência meu eu do passado, que não falava inglês, não tinha confiança para se relacionar com pessoas na internet, não praticava exercícios constantemente, entre outras coisas. Aprendi a redirecionar meu foco olhando para dentro, priorizando o crescimento pessoal no lugar da comparação constante. 


No próximo sábado (04/05) às 15h, teremos a oportunidade de discutir como a comparação afeta a nossa percepção da realidade e felicidade. Esta é a oportunidade perfeita para se juntar a nós e contribuir com seus comentários e experiências pessoais. Agende a imersão em talkntalk.com.br/booking

50 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo

3 comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
Laryssa Rangel
Laryssa Rangel
04 may

Se você deseja saber mais sobre esse assunto e praticar seu inglês, acabamos de finalizar uma imersão com o tema: https://www.youtube.com/live/_yy7hJmlLlo?si=TsXqBlcK-SGDQZ_B


Me gusta

roselidefatima91
04 may

Um tema muito importante para os dias atuais, onde o acesso as redes sociais é muito grande e inevitavelmente nos comparamos. Gostei bastante das colocações da Laryssa, mostrou outra visão e uma solução de crescimento pessoal, fico muito feliz da Talkntalk proporcionar essa experiência verdadeira e na prática. Muito obrigada Laryssa e a Talkntalk por nos ajudar nessa reflexão.

Me gusta

Phillipe Soares
Phillipe Soares
01 may
Obtuvo 5 de 5 estrellas.

Laryssa, você trouxe um ponto importante que afeta diretamente a fluência de muita gente. É importante olhar para dentro para saber o que é nosso e o que é do outro. Excelente reflexão!

Me gusta
bottom of page