top of page

Os robôs que lêem nossos currículos - Imersão #01

Se você nunca passou pela experiência de enviar/entregar um currículo e NUNCA MAIS ouvir da empresa, parabéns - você ainda não precisou enviar currículos.


Embora compreensível, afinal é bem difícil uma empresa ter pessoal com tempo o suficiente para responder a cada currículo que é enviado (você já deve ter visto vagas com milhares de aplicações por aí), essa experiência deixa uma sensação ruim.


Será que meu currículo foi aberto? Se foi, por quem?


Se você faz parte do grupo que já recebeu (ou não) um email dizendo "agradecemos a aplicação, entraremos em contato..." e depois não foi selecionado para uma entrevista, este pensamento já passou pela sua cabeça.


"Será que alguém sequer olhou meu currículo?", "Será que prestaram atenção ou só bateram o olho?", "Será que eu não tinha as qualificações necessárias? Quem tinha?".


Embora seja difícil respondermos todas essas perguntas, podemos te responder essa aqui: Em muitos casos quem lê os currículos e faz uma pré seleção deles são os ATS - Applicant Tracking Systems, ou Sistemas de Rastreamento de Candidatos.


A Sara lidera imersões com foco em Business toda semana.

A Sara Conceição vai fazer uma imersão de Inglês para Business nesta semana (quinta às 17h) com o tema: ATS.


E para você entender mais sobre o assunto e participar com a gente, vamos responder algumas perguntas da imersão aqui neste artigo.


1. Please introduce yourself.


(1. Por favor se apresente) - Esta questão merece vir parar no artigo? Claro! Pense na última vez em que você precisou se apresentar num currículo ou em uma entrevista. Sofrido, não é mesmo? E não bastando ser difícil falar sobre si mesmo, como eu faço um robô ficar interessado o suficiente para dizer pro RH: "Olha, esse aqui você precisa ler"?


4. What are the benefits of using an ATS?


(4. Quais são os benefícios de usar um ATS?) É aqui que entra o funcionamento dos ATS. Esses robôzinhos feitos pra ajudar o time do RH a gastar menos tempo e recursos - e também para que você possa receber o possível email de convite para uma entrevista mais rápido - usam inteligência artificial para ler e comparar o seu currículo com os requerimentos da vaga, e assim eles decidem quais valem a pena alguém gastar tempo lendo ou não.


Dá pra concordar que este tipo do tecnologia é incrível, não é? Imagine um sistema fazendo toda a triagem do seu trabalho para você! Porém, esses sistemas são confiáveis?


6. Are there any downsides related do the use of ATS? Which one(s)?


(6. Existe alguma desvantagem relacianada ao uso de ATS? Quias?) Sim, os sistemas são confiáveis na maior parte do tempo. Mas como qualquer outra coisa eles têm suas limitações, que podem atrapalhar tanto o aplicante quanto o recrutador.


As principais coisas a se tomar cuidado com os ATS é que eles possuem parâmetros de análise que podem rejeitar o seu currículo mesmo que você seja o candidato ideal para a vaga. Isso porque esses programas lêem o texto do currículo e comparam com os requerimentos da vaga.


O que significa que se alguma parte não puder ser lida, ou se a formatação atrapalhar a leitura, o sistema provavelmente vai descartar o seu currículo do processo. Outro ponto muito importante é o uso de palavras-chave. Elas são essenciais para que o ATS entenda que você tem a ver com o que a vaga pede.


7. What strategies can we use to stand out from other candidates in online processes?


Modelos como este podem não passar pela análise dos ATS.

(7. Quais estratégias podemos usar para se destacar de outros candidatos em processos online?) Currículos com formatação simples, sem imagens e bem descritos, contendo palavras-chave relacionadas à vaga, devem se dar bem com os ATS.


Foque nesse modelo quando enviar um currículo online, principalmente em plataformas de vagas como o próprio LinkedIn.


Se quiser saber mais sobre como ATS funcionam, qual a melhor forma de fazer/atualizar seu currículo e até mesmo o porquê de ser tão difícil falar sobre si mesmo, existe um vídeo incrível (em Inglês) do canal Answer In Progress sobre isso:


vamos discutir isso?


Agora que já te demos a base sobre o assunto, que tal colocar esse conhecimento em prática, junto com o Inglês?


Agende uma imersão de Business English com a Sara clicando aqui.

212 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page