top of page

Começou o ano e quando eu vou ficar fluente?

Atualizado: 28 de mar. de 2023


Antes de começar, Vamos definir o que é fluência?

Se você já estudou Inglês, Espanhol, Francês ou qualquer outro idioma já deve ter pensado sobre essa palavrinha que é tão usada nas redes sociais, cursos de idiomas e outros lugares que te prometem o céu para você comprar um curso.


Mas já parou pra pensar o que significa "fluência"?


Eu poderia trazer aqui a definição do dicionário para parecer inteligente e culto, mas não é esse o propósito. Gosto de definir fluência a partir da palavra fluidez.


Algo precisa FLUIR. E nesse caso o "algo" é a comunicação no idioma.


Veja bem, eu não disse que é o idioma em si, mas sim a comunicação. E isso faz toda a diferença.


O "segredo" da fluência

No meu ponto de vista, nas minhas experiências com milhares de alunos nos últimos 6 anos e dentro da plataforma do Talk'n Talk eu vejo os mesmos comportamentos e os mesmos erros.


Quando uma pessoa (e talvez nesse momento seja exatamente você) começa a estudar um novo idioma ela tende a pensar que vai chegar na linha de chegada e que vai ter um fim. Vai estudar por 1, 2 ou sei lá quantos anos e no final disso tudo ela vai se tornar fluente.


E a história de milhares de alunos me mostra que não é bem assim que acontece.

Comigo não aconteceu e conheço mais uma centena de pessoas que também teve o mesmo problema.


Me formei no FISK, CCAA e Cultura Inglesa. Mas eu não me sentia fluente.


Tive o privilégio de poder estudar nas melhores escolas de idiomas do país e mesmo assim não me sentia capacitado, preparado e muito menos confiante para conversar em Inglês com outras pessoas.


Qual foi o meu erro?

O mito da fluência.


Eu e milhares de pessoas caem no mesmo erro de achar que um certificado vai ter dar o poder da fluência.

E a verdade é: não vai.

E você vai achar que o problema está com você.


A questão aqui não é se a escola tradicional funciona ou não. Discutir isso é completa perda de tempo. A pergunta para resolver o problema é por que você estuda, estuda e estuda e não consegue falar um novo idioma?


Fluência

Ou melhor...o entendimento de fluência.


Não são poucos os alunos que começam a estudar no Talk'n Talk e mesmo iniciantes conseguem já começar a falar Inglês.


O maior erro é deixar para começar a falar um novo idioma depois lá na frente depois de sei lá quantos meses ou até anos. E começar a falar não é "falar dentro de sala de aula" ou com o seu professor ou professora particular.


Você pode conseguir falar Inglês com um professor, dentro de sala de aula ou com uma pessoa próxima. Mas conversar numa reunião de trabalho, entrevista de emprego ou numa conversa com pessoas que você não tem tanta confiança é outro desafio. É outro tipo de conversação.


E nesses cenários que eu descrevi, em geral, as pessoas tem medo, frio na barriga e travam para se comunicar. Dá aquele famoso "branco" e você esquece tudo o que aprendeu, não lembra das palavras e fica com aquele sorriso sem graça. E a partir dai você começa a desconfiar e desacreditar do que você já estudou.

Falar um novo idioma não é para mim

E é nesse momento que você começa a criar os traumas e acredita do fundo do coração que não nasceu para aprender outra língua e conseguir se comunicar. E o problema é só um: faltou treino de conversação.


Estudar VS Conversar

Estudar é a primeira etapa daqueles que querem chegar a fluência. Quando você não sabe nada só resta sentar e começar a estudar. Aquela história de começar do começo.


Porém não dá pra passar a vida inteira "apenas" estudando.


E esse é um dos maiores erros de quem precisa começar a falar um novo idioma.

Você "apenas" estuda.

E é claro que não estou criticando o processo de estudar, mas quero propor uma reflexão...


No caso de idiomas, o foco principal é (ou deveria ser) a comunicação.

Ou seja, falar e ser entendido.


Quando estamos "apenas" estudando, esse processo de comunicação está sendo realizado? Você está falando e ouvindo constantemente com a mesma intensidade que estuda vocabulário, estruturas gramaticais ou faz a leitura de textos?


A maior falha e que também aumenta o nível de desistência dos alunos é a falta de prática, porque você está investindo tempo, dinheiro e energia para se comunicar em outro idioma, mas aquilo fica apenas na imaginação sem a possibilidade de sentir como é começar a falar outro idioma.


Dai você passa 6 meses, 1 ano ou mais e desmotiva, porque não sente evolução, não acredita que é possível falar outro idioma e o pior: cria-se um trauma e um monstro em relação a aprender a falar.


Ambiente de imersão e prática de idiomas


É por isso que há 5 anos eu ofereço gratuitamente um espaço para você poder falar e ouvir o idioma que você está estudando.


O Talk'n Talk nasceu para que você consiga colocar em prática tudo aquilo que vê nos livros, nas aulas ou dicas na internet. Você pode praticar livremente o Inglês, Espanhol, Francês, Italiano, Alemão ou o próprio Português.


Toda semana você tem um cronograma de aulas preparadas para você se planejar, agendar e começar a falar, mesmo que você seja iniciante. Todos os níveis são bem vindos!


Se quiser ver como funciona na prática, acesse o youtube.com/talkntalk e assista as transmissões das conversações ao vivo.


São 2 planos de acesso: gratuito com 4 aulas por mês disponível para você estudar de graça ou PRO com agendamento ilimitado para acessar mais de 250 aulas de todos os idiomas.


Não tem mais desculpa, neh?! E ai, o que achou? Faz sentido pra você? Deixe nos comentários para eu saber a sua opinião.


Cheers, Phillipe!

336 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page